Pão existe há 30 mil anos

Grãos de amido encontrado em pedras de moinhos de 30 mil anos atrás sugerem que os homens pré-históricos já comiam uma forma de pão chato, contrariando a imagem popular de que eram predominantemente carnívoros.

As conclusões, publicadas na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) na segunda-feira, indicam que europeus do paleolítico moíam raízes semelhantes à batata para fazer uma farinha que era depois batida até virar uma massa.

“É como um pão chato, como uma panqueca só com água e farinha”, disse a pesquisadora no Instituto Italiano de Pré-História e História Primitiva, Laura Longo.

“Você pode fazer uma espécie de pita (pão sírio) e cozinhá-lo numa pedra quente”, disse ela, explicando como a equipe replicou o processo. O produto final era “quebradiço como uma bolacha, mas não muito saboroso”, acrescentou ela.

As pedras, que cabem na mão de um adulto, foram descobertas em sítios arqueológicos da Itália, Rússia e República Tcheca.

Até agora, a evidência mais antiga do uso da farinha eram pedras de 20 mil anos atrás, localizadas em Israel.

(Reportagem de Brenda Goh)

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/101018/mundo/mundo_geral_pao_velho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s